Paleo Diet: Tão fácil que até um homem das cavernas consegue fazer.

               Primeiramente eu gostaria de me desculpar por não ter postado nada na semana passada, faculdade voltando, muito trabalho e pouco tempo.

Hoje eu gostaria de falar sobre a Paleo Diet, um estilo de alimentação que remete aos nossos ancestrais e que tenta refletir o que nossa fisiologia foi melhor desenhada para assimilar.

Depois de uma boa pesquisa sobre o assunto e muito pensar sobre como explicar esse modelo de dieta eu acabei me deparando com uma explicação sensacional do assunto por um praticante e escritor, o senhor J. Stanton, autor de The Gnoll Credo, livro de fantasia sobre uma raça de caçadores conhecida como gnoll (a galera do RPG sabe do que eu estou falando), uma raça de seres meio-hiena, meio-humana, e sua relação com um antropólogo humano. Além disso ele tem esse site muito bom, o www.gnolls.org.

Eu vou tentar traduzir da maneira mais simples possível os pontos principais da explicação adicionando alguns comentários, mas recomendo a quem interessar, ler o artigo todo nesse link: http://www.gnolls.org/1141/eat-like-a-predator-not-like-prey-paleo-in-six-easy-steps-a-motivational-guide/

Coma como um predador, não como caça

A Paleo Diet em seis etapas fáceis:

Aqui está um guia passo-a-passo, mais ou menos em ordem de importância. Faça progresso na dieta seguindo seu próprio ritmo. Não se estresse sobre a aderência perfeita, ou fique obcecado sobre como fazer isso até o fim da lista: qualquer progresso que você fizer provavelmente irá melhorar sua saúde, humor, e aptidão física.

Reformulado para os seres humanos modernos: os predadores comem refeições, presas pastam (lancham) o dia todo. Isto significa que você precisa comer refeições que vão levar você através do dia até sua próxima refeição, sem que você fique cansado ou sonolento.

Veja como!

Passo 1: Coma carne, não alpiste

Coma mais carne. Se não é carne, não é uma refeição (opinião do autor)

Prefira ruminantes, animais que comem grama e folhas. (Isso significa carne vermelha: vacas, cordeiro, bisões, alces, veado, cabra). Ruminantes são muito melhores em converter plantas em gorduras essenciais, proteína completa, e nutrientes biodisponíveis do que os seres humanos são.

Compre carne de animais alimentados com pasto sempre que possível: é melhor para você, e melhor para a Terra. Vacas não evoluíram para comer milho e soja, assim como os humanos.

Comprar cortes gordos, e ocasionalmente órgãos. Não evite a gordura animal! Se você evitar, você vai ficar faminto por junk food (melhor tradução que eu posso dar pro termo é porcaria).

Carne de porco e de frango são permitidos com moderação, mas são muito menos saudável devido ao teor excessivo de Omega-6.

Francamente, você poderia parar por aqui, pois muitas culturas nativas o fizeram: Quando você come carne, órgãos e gorduras de animais alimentados com capim, você supre 100% de suas necessidades nutricionais. Mas a maioria de nós gosta de mais variedade em nossa dieta e alguns vegetais e frutas oferecem benefícios tangíveis a saúde, mesmo que eles não forneçam calorias significativas.

Coma mais peixe e marisco.

Escolha peixes oleosos como cavala, sardinha e salmão selvagem, mas tome cuidado com o conteúdo do metil-mercúrio: manter sua ingestão de atum, tubarão e outros peixes carnívoros baixa. Em um mundo Paleolítico podemos comer todos os peixes que quisermos… mas nós seres humanos temos poluído a Terra de tal maneira (principalmente pela queima de carvão para energia) que um de nossos alimentos mais saudáveis hoje é venenoso. Bom trabalho, “civilização”.

Não coma nada feito com farinha.

Nem pão, nem massas, nem cereais, nem biscoitos, nem cookies. Ponto-final. Este é o passo mais importante.

Farinha é feita de sementes não germinadas. O que come sementes? Pássaros e roedores. Essas sementes são venenosas para os seres humanos, até transformá-las em pó e cozinha-las, o que as faz deficientes em minerais a menos que adicionadas vitaminas. Isso não é comida. (Leia mais sobre as lecitinas, ácido fítico, o papel de grãos em relação a autoimunidade e doenças do coração.)

Não beba o seu alimento.

Não beba refrigerante (mesmo refrigerante diet), nada de bebidas esportivas, nada leite, nada de “leite” de soja, nada de suco de frutas. Chá, café e mate são bons com moderação. Aprenda a beber água: uma vez que você se acostumar com isso, você vai descobrir que refrigerantes e sucos já não matam a sua sede. (Você pode potencialmente adicionar pequenas quantidades de laticínios e sucos de frutas/vegetais frescos depois de um tempo).

Não coma açúcar ou seus equivalentes.

Isso inclui circunlóquios como “xarope de arroz integral”, “néctar de agave”, e meu favorito, “evaporado sólidos de caldo de cana.” Isso é o que o açúcar é! Mesmo mel é basicamente açúcar, embora tenha úteis propriedades medicinais. Adoçantes dietéticos estão fora, também.

Tire seus carboidratos (açúcares) das plantas, não de suas sementes.

Prefira alimentos que são ricos em glicose e com pouca frutose, escolha especialmente raízes como batatas, e só comer o que seu corpo precisa: 15-20% das calorias diárias. (Você quer perder gordura? Então é melhor acostumar o corpo a queima-la para a energia.)

Importante! Se você é ativo e não se preocupa com a perda de peso (ou tentando ganhá-lo), você vai querer comer mais carboidratos do que uma pessoa tentando perder alguns quilos. Nutrição esportiva está além do escopo deste artigo … mas no geral, acho que é necessário comer carboidratos ocasionais dessas raízes, quando necessário, para recarga de glicogênio muscular, muito melhor do que uma dieta constante de massas, “barras de energia”, e outros junk food açucarados. Basicamente, se você se encontrar fraco durante longos, intensos esforços, tente levantar a sua ingestão de amido.

Não se esqueça de batata doce, inhame, mandioca, tapioca e … e sempre descascar as batatas, já que é onde a solanina está. Se você precisa comer alpiste, arroz é o menos pior dos grãos… mas dar-se um par de semanas para ver se é apenas sintoma de abstinência, ou se você realmente precisa em uma base regular.

Lembre-se, carne gorda é sua principal fonte de calorias e nutrientes. Você é um predador: coma como um.

Parabéns! Você acabou de fazer algumas mudanças positivas em sua vida.

Você pode estar passando por ansiedade pela retirada de pão e cereais, com períodos em que você absolutamente anseia por eles. Isso é absolutamente normal: você está forçando seu corpo a aprender como queimar gordura novamente, porque ele é usado para queimar o açúcar (carboidratos) que você está comendo.

No entanto, você provavelmente já está percebendo um aumento de energia, diminuição da fadiga pós-refeição, e uma diminuição do desejo de lanche. Permanecer no alvo! Os desejos vão se dissipar, mas os benefícios não.

A melhor parte de uma dieta “paleo” é que você não tem que medir ou manter o controle de tudo: não há contagem de calorias, não há ‘pontos’, não se preocupa com proporções de macro nutrientes. Coma comida de verdade, e você não terá que se preocupar com seu vício em porcarias.

Passo 2: Coma alimentos, não coma óleo de motor.

Compre cortes gordos de carne, cozinhe-os com sua própria gordura.

Se você precisa usar manteiga para tornar algo gostoso, é porque é muito magra. Eu sempre rio quando vejo pessoas fazendo sanduíches com hambúrguer de baixo teor de gordura ou peito de frango sem pele, cobrindo-os com queijo e maionese, porque eles são muito secos! Dica: peça ao seu açougueiro cortes de carne gordas. Muitas vezes, eles são mais baratos.

Cozinhe com manteiga e óleo de coco.

Estas são as gorduras saudáveis: eles não oxidam ou polimerizar durante a cozedura como os óleos de semente, eles não contêm gorduras trans ocultas, e eles têm baixo teor de omega-6.

Eu desencorajo a utilização de banha a menos que seja de suínos de pasto.

Cozinhe com ovos, e sempre comer as gemas.

Ovos brancos são apenas proteína … a nutrição está toda na gema. E poucos alimentos permanecem não melhoradas com a adição de um ovo frito.

Não coma “óleos vegetais”. O termo “óleo vegetal” em si é uma mentira.

Não existe tal coisa como “óleo de alface” ou “óleo de brócolis”. Eles são feitos a partir de sementes, e eles estão extraídos usando venenosos solventes (hexano). Lembre-se: se você pode colocá-lo em um caminhão e caminhão dá partida, não é comida. (Melhor frase já escrita por um ser-humano!!!)

Isto significa que nada de batatas fritas ou alimentos fritos. Nada de margarina ou substitutos de manteiga; sem maionese, basicamente você ignora o corredor de condimentos do supermercado.

Esta proibição inclui granola, que é apenas de alpiste misturado com o óleo e o açúcar. “Nozes” de milho e ervilhas wasabi são embebidas em óleo. Uma das melhores coisas que você pode fazer pela sua saúde é evitar tudo que você vê nos corredores dos ‘alimentos saudáveis’.

Azeite extra virgem, queijo, abacate, nozes e são bons com moderação … pense neles como condimentos, e não os ingredientes. Se você precisa comer uma lata de nozes ou um tijolo de queijo, você não come carne suficiente

Creme de leite, iogurte integral (não aquele doce de “baixo teor de gordura”), e chantilly fazem deliciosos molhos, condimentos, e sobremesas, usados ​​com moderação. Mas lembre-se que a carne gordurosa é sempre a sua principal fonte de calorias.

Bem feito! Você fez mais um grande passo para uma melhor saúde e uma maior vitalidade. Você não está mais se arrastando pela vida como uma gazela ferida, esperando as garras da morte em seu pescoço a qualquer momento. Você está se tornando menos saboroso e mais perigoso a cada dia.

Sim, todos nós precisamos de algum apoio moral quando desistimos de batatas fritas e salgadinhos de milho. Mas não seria melhor você ter uma omelete no café da manhã, e depois não ter de lanchar? Manteiga, ovos, óleo de coco tem gosto muito melhor do que óleos de sementes… e depois que você usou por um tempo, você vai começar a perceber que o óleo de canola tem cheiro terrível, e que sua comida é muito menos gorduroso, apesar de muito mais elevado teor de gordura.

O mais importante, agora que você já não come enormes placas de açúcar (“carboidratos”) e óleos de sementes, você verá que grandes refeições fartas não fazem você cair no sono. Você também vai descobrir que é muito mais fácil ficar sem comida, agora que seu corpo é reacostumado a queima de gordura. Em suma, você vai ter mais horas úteis no seu dia. Além disso, comprar alimentos é rápido e fácil quando os únicos lugares que você tem que ir é o balcão de carnes, o refrigerador de laticínios e a prateleira de especiarias.

Passo 3: Suplementos para um mundo imperfeito

Considere os suplementos de vitamina D3.

Nossos corpos produzem naturalmente a vitamina D3 de exposição ao sol … mas os seres humanos do Paleolítico não viviam ou trabalhavam dentro de casa. 2000-4000 UI por dia é, pelo que entendo, um bom começo para a maioria dos adultos nos dias em que não está recebendo a exposição ao sol significativa.

Considere suplementos de EPA e DHA (“omega-3”).

Os óleos de sementes e de carnes alimentadas com grãos de que estamos muitas vezes obrigadas a comer são mais elevados em gorduras omega-6, e menos em omega-3, que a carne alimentada com capim natural. 1g/dia de EPA e 0,5g de DHA pode ser útil se você não comeu nenhum peixe gordo naquele dia, mais ainda se você estiver grávida ou amamentando.

O óleo de linhaça (ALA) não é um substituto aceitável.

Nossos corpos são lamentavelmente ineficiente (inferior a 1%) a convertê-lo para o DHA. Isso é lustra- móveis e lustra-móveis não é comida.

Considere suplementos de magnésio quelatos.

Até as últimas décadas, os seres humanos beberam água subterrânea não tratada ou água de poço, geralmente com alto teor de minerais, mas as modernas estações de tratamento removeu-o da água da torneira.

As formas biodisponíveis de magnésio, e os que você deve comprar, são quelatos: qualquer forma que termina em -ato. Porém citrato de magnésio tem um efeito laxante que algumas pessoas não toleram bem, caso em que malato de magnésio, glicinato, ou orotato será superior.

Eu não sou médico, e você é responsável por sua própria saúde. Faça sua própria pesquisa, e se você observar os efeitos adversos, use o bom senso. O que o seu corpo lhe diz é mais importante do que o que um site lhe diz.

Se você chegar até aqui, você está indo muito bem, e você já está muito mais saudável do que você estava na SAD (dieta americana padrão), mesmo que você não tenha perdido algum peso. (Mas as chances são boas que você tenha.) Você está também, provavelmente percebendo, ao longo do tempo, que você é mais feliz e menos deprimido, de que seus problemas de pele e alergias são menos graves (ou foi inteiramente), e que você sofre queimaduras solares menos facilmente.

Passo 4: Jogue como um predador

Jogar duro, trabalhar duro, desafiar a si mesmo, e então descansar.

Levantar objetos pesados, de tiros até que você esteja cambaleando, subir em árvores e pular, chutar bolas, arremessar em cestas. Retirar neve, sujeira, escavação, cortar lenha. Pratique agilidade bem como força e resistência. As pessoas vão olhar para você se você está fazendo a coisa certa, porque você está se divertindo (passo por isso diariamente) – não ponha o tênis e saia correndo por aí aleatoriamente com aquele olhar vago de resignado sofrimento geralmente vistos nos gnus sendo comidos vivo por hienas. O mundo é seu parque de diversões! (E se os outros não vão tirar proveito disso, o problema é deles.)

Nada de ‘exercício’, nada de ‘fazer cardio’. A única maneira de melhorar é chegar nos seus limites.

Você vai perder mais peso e ganhar mais força a partir de explosões periódicas de exercício curto e intenso do que de horas de ‘cardio’. Você é um ser humano, não um hamster; saia da esteira! Sério: dirigir para o trabalho, em seguida, conduzir-se a academia para que você possa pedalar uma bicicleta que não sai do lugar? Imagine o seguinte: toda vez que você ficar com fome, você e seus amigos mais próximos tem que perseguir um antílope ou um mamute, e se você não conseguir, nenhum de vocês pode comer. Essa é a intensidade desejada.

Se você deve “exercitar-se”, faça exercícios de peso corporal, e obtenha alguns halteres ou kettlebells.

Dessa forma, você pode terminar um treino antes mesmo de chegar a academia. Nosso objetivo é a saúde e fitness: Corpo malhado dá muito mais trabalho. (Faça isso se você quiser, e eu admiro aqueles com a dedicação de esculpir-se, mas não é necessário) Lembre-se, você deve estar fazendo curtas e intensas jornadas de atividade ao longo do dia: você não vai para a academia três vezes ao dia.

Nota: Se você tiver tempo e realmente gosta, levante pesos pesados ​​e fique mais forte. Especialmente as mulheres: você não vai de repente se tornar o Arnold Schwarzenegger só porque você faz agachamentos, e qualquer homem que acha que você é “muito musculosa” porque você não se parece com uma viciada em heroína é fraco, inseguro, e não vale o seu tempo. (Amém a isso)

Pare de tentar “poupar energia”. Faça parte esforço físico de sua vida.

Não perca tempo procurando a vaga mais próxima no estacionamento: apenas estacione e ande. Use as escadas. Retire sua própria neve, corte sua própria lenha. A menos que você seja um marceneiro ou trabalhe em construção, se você realmente precisa que aparafusadora sem fios?

Parabéns! Você colocou todas as peças juntas. Muito provavelmente você está dormindo melhor agora que você está colocando regularmente esforço físico no seu dia. Você está vendo o mundo como seu playground, e você está vendo ambiente familiar com novos olhos. Você deve estar se sentindo com mais energia e pensa mais claramente devido à ação da grelina, agora que estar com fome não te faz apenas irritadiço e hiperglicêmico.

Em outras palavras, o seu corpo finalmente, talvez pela primeira vez, começou a funcionar como deveria.

Agora que você está mais forte fisicamente, você vai achar que está emocionalmente e mentalmente forte. Você está menos disposto a ser pisado, e mais propenso a tomar crédito pelo que você merece. Vocês estão começando a entender o que é a sensação de ser um predador, em vez de ser a presa que você esteve por tanto tempo sendo.

Você experimentou o poder, e é delicioso. Você quer mais.

Passo 5: Otimização

Por agora, estamos apenas limpando as pontas soltas. Alguns de vocês podem nunca chegar aqui, alguns podem achar que não faz muita diferença, alguns podem encontrar aqui a chave para a saúde.

Remova todos os restantes grãos de sua dieta.

Provavelmente a maioria já se foi, mas se você ainda está comendo milho, aveia, ou quaisquer falsos “grãos saudáveis” como kamut ou amaranto, corte-os. Elimine absolutamente todos os grãos de glúten de sua dieta: trigo, cevada, centeio, espelta. (Você deveria ter feito isso já, eliminando farinha na Etapa 1, mas as pessoas sempre encontram uma maneira de esgueirar-se em “grãos de trigo”.

Remova todos as restantes leguminosas (feijões) de sua dieta.

Isso geralmente é fácil uma vez que você está recebendo muita gordura e proteína da carne. Como grãos, feijões são sementes e elas são para pássaros e roedores, e não seres humanos.

Retire todo o lixo restante de sua dieta.

Há uma grande quantidade de não-alimentos que tecnicamente esgueiram-se através das regras acima, mas que todos nós sabemos perfeitamente bem são lixo. Eu não vou enumerá-los, porque há milhares … mas se ele tem mais de uma camada de embalagens, contém qualquer ingrediente que você não entende, afirma quaisquer benefícios de saúde no rótulo, ou é uma versão falsa de outra coisa, isso não é comida.

Experimente a remoção de leite da sua dieta.

Leite já está fora, mas algumas pessoas se sentem melhor sem queijo, iogurte, ou mesmo creme de leite. (Manteiga é basicamente 100% nata, e muito pouco provável cause problemas a qualquer um.) Em geral, quanto mais manteiga e menos caseína e lactose, menos provável que cause problemas.

Agora que você está elegante, poderoso e perigoso, você está se sentindo muito satisfeito consigo mesmo. Você acorda bem descansado, sem dores ou sofrimentos, e sabe-se capaz de perseguir, matar e comer o que quer que os problemas do dia podem trazer. No entanto, você deve manter-se vigilante, pois um parasita insidioso alimenta-se do seu orgulho e suga sua força: Complacência.

Passo 6: Nunca pare de caçar

Proponha-se a novas dificuldades.

É fácil ficar preso em um “exercício de rotina”. Explore um lugar novo. Aprender uma habilidade que você é ruim. Arremesse e pegue com sua mão fraca. Tente um esporte de equipe, se você é um solista, ou um esporte individual, se você é um jogador de equipe. Defina metas em que você não esteja certo de que você pode conseguir.

Se você for quebrar a dieta, coma algo com quantidade limitada, ou muito caro para comer frequentemente.

(Aqui a tradução fica difícil, vou tentar “brasileirizar”). Eu vou beber uma Coca-Cola antes de comer macarrão ou pão, porque ela está embalada individualmente. Se você abre um pacote de bolachas recheadas, elas vão todas goela a baixo, e nós dois sabemos disso.

Desconfie de todos os conselhos de dieta.

Qualquer um pode escrever um livro de dieta, e a maioria deles fazem da nutrição uma coisa muito complicada, para que você compre mais livros e vá em reuniões. Lembre-se que estudos observacionais não necessariamente dizem se algo é saudável para comer: eles dizem que pessoas saudáveis durante o estudo comeram aquela comida. Resumos e conclusões muitas vezes deturpam os dados. E as comparações são normalmente entre “absolutamente terrível” (cereais refinados, açúcar, gorduras trans) e “menos piores” (cereais integrais), o que não significa que “menos piores” são realmente bons para você, nem que o culpado em “absolutamente terrível ” é o que eles dizem que é.

Ouça o seu corpo.

Quando estiver funcionando em um nível alto o suficiente para saber a diferença, você vai entender o que está ajudando você e que está machucando você, não apenas o que está alimentando seus vícios. Faça mudanças individuais e avalie os seus efeitos antes de cortar: não mude muitas coisas de uma só vez, ou você nunca vai saber o que está fazendo o que. Se você é fisicamente ativo, você vai precisar de um pouco de glicose (amido) em sua dieta para manter o seu peso estável e seu alto nível de energia durante o esforço. E se o seu corpo anseia por um vegetal, coma-o! Você pode precisar de alguns micronutrientes.

Sua vida e saúde pertencem à você.

Você é responsável por eles em todos os aspectos. Não deixe artigos dizer-lhe que um novo produto industrial é a chave para uma saúde melhor, ou que o que os seres humanos têm comido por milhões de anos vai te matar. Suspeite quando o seu governo, que gasta bilhões de dólares por ano subsidiando agronegócio para o cultivo de milho, soja e trigo, diz-lhe para comer mais milho, soja e trigo. E lembre-se sempre que os ruminantes estão muito melhores na conversão de plantas em gorduras essenciais, proteína completa, e nutrientes biodisponíveis do que seres humanos – ou nossas fábricas.

Conclusão: Viva como um predador

Carnes gordas são, literalmente, o que nos tornou humanos. O DHA, proteína completa, densidade calórica e pura de carne gordurosa permitiu que pequenos macacos com pequenos cérebros, espertos o suficiente para fazer rochas pontudas e afiadas batendo umas nas outras, desenvolvendo-se em humanos modernos – com enormes cérebros e que usam apenas 20% das calorias ingeridas! E nós não conseguimos carne gorda apenas esperando por carniça, porque os leões, tigres, lobos, hienas gigantes e tigres dente de sabre chegaram antes. Nós chegamos onde chegamos por sermos o predadores mais eficazes na Terra.

Agora que você está comendo como um predador por algum tempo, você está descobrindo que quando você come como um predador, e jogar como um predador, você começar a pensar como um predador. As pessoas estúpidas não são incômodos: são centros de lucro. E nada é mais importante do que ser capaz de confiar em seus companheiros de matilha, por isso é hora de se desfazer de todos os sanguessugas, preguiçosos, chorões, e descontentes e é tempo para começar a valorizar os firmes, pessoas a quem você pode confiar.

Você vai parar de dar o seu tempo, amor e força para aqueles que exigem, e começar a dar para aqueles que o merecem. Você vai entender que “ama teu próximo como a ti mesmo” não se aplica a alguém com as mãos no seu bolsos ou sua arma em seu rosto, não importa que autoridade eles dizem ser. Você vai ter compaixão com o rebanho enquanto eles mugem, por que você recentemente era um deles. E você vai compartilhar seus conhecimentos, pois você entende que nossos verdadeiros inimigos são os predadores que acumulam este conhecimento para si mesmos, os predadores que se aproveitam tão generosamente do nosso medo e da ignorância e do nosso amor indiscriminado, cujo fim do jogo é se tornar a velha louca dos gatos, morta em sua casa, condenada, com o cadáver devorado pelas criaturas que ela alimentou em vida.

Viver em liberdade, viver em beleza.”

Essa tradução deu um trabalho da porra eu devo dizer, mas para quem leu o texto (que por sinal foi um dos melhores que eu já li sobre o assunto) até o fim, deu para entender do que se trata a Paleo Diet, e até como aplica-la ao modo do Intermittent Fasting, já que essa dieta não tem nada ligado ao horário específico das refeições, mas sim o que comer nelas.

BONUS FUCKING TIME!!!

Esse foi um dos treinos mais brutais que eu fiz desde que voltei com os treinos funcionais / crossfit.

    500 TONS DE DOR!

50 Barra

50 Saltos (61 cm)

50 Swings com anlinha (15 kg)

50 Escaladores

50 Push-press com halter (35 lbs / 16 kg)

50 Avanços caminhando

50 Arremessos de bola na parede (medicine ball)

50 Pé-na-barra

50 Paralelas

50 Jairzinhos

Realizar tudo no menor tempo possível.

“Nascemos e morremos. Ninguém se importa, ninguém se lembra, e isso não importa. É por isso que nós rimos.

Nossa matilha, nossos filhos, nosso território, a caça, a matança, a batalha. Saúde, estômago cheio, armas afiadas, seus companheiros de matilha próximo a você sob as estrelas, ver seu filho matar a presa pela primeira vez. Isto é importante. Qualquer outra coisa é complicação desnecessária, não importa o quanto é divertido.

Se você não pode comê-lo, usá-lo, controlá-lo, ou levá-lo, deixe-o para trás.

Planeje antes da caça, discuta após a caça, cace quando estiver caçando.

Liderar, acompanhar, ou caçar sozinho. Sucesso – Mate e pegue a carne, maior confiança. Falha – menos confiança. Desastre – sobreviventes comem você.

Confiar em algo fora da matilha é esperar ser traído.

Dois são muito mais fortes do que um. Três são muito mais fortes do que dois. Dez são pouco mais forte do que nove. Cinquenta são muito mais fortes do que 10, mas apenas mais forte do que 40.

Um arqueiro, um espadachim, e um batedor são mais fortes do que três espadachins.

Fique vivo. Batalhas sem esperança são sem esperança. Morto é morto.

Fique vivo. Depois de decidir matar, use toda a sua habilidade, força e esperteza. Nobremente morto é morto.

Se for morrer, morra mordendo a garganta”

Retirado do livro The Gnoll Credo de J. Stanton

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: